quarta-feira, 9 de março de 2011

8 de março:UM DIA DE LUTA!


Era oito de março de 1857 quando trabalhadoras da fábrica têxtil Cotton de Nova Yorque entraram em greve contra suas péssimas condições de trabalho.  As operárias trabalhavam dede. Diante da negativa da empresa ante suas reivindicações, 129 mulheres ocuparam a fábrica.  14 a 16 horas por dia e recebiam salários miseráveis, menores que o dos homens, como acontece ainda hoje. Muitas tinham que levar os filhos pequenos para trabalhar junto. Não havia licença-maternida
O patrão chamou a polícia, que fechou as portas da fábrica e pôs fogo no edifício. Todas elas morreram queimadas. Dizem que, quando elas pararam as máquinas, estavam tecendo um tecido lilás, por isso essa cor é tão usada na luta das mulheres trabalhadoras.
Foi em memória a essas mártires do movimento operário que o oito de março foi dedicado a mulher oprimida e sua luta. Isso evidentemente não tem nenhuma relação com o caráter que vem tomando essa data hoje, em que imprensa e políticos burgueses fazem homenagens para as mulheres burguesas, ou seja, as empresárias, governantes, parlamentares e estrelas da mídia. 

(http://www.mncr.org.br/artigos/a-origem-do-8-de-marco/)





O dia 08 de março não é apenas para se comemorar ou para dar flores  as mulheres, mas é também um dia para se lembrar a luta das mulheres pela busca de sua igualdade na sociedade, lutando por melhores salários, condições dignas de vida e principalmente, lutando contra o machismo, pois foi por causa da luta de muitas mulheres,  que surgiu o dia oito de março.


SEJAMOS MULHRES LIVRES, GUERREIRAS, FEMINISTAS, FELIZES!
PARABÉNS A TODAS AS MULHERES QUE DE ALGUMA FORMA MUDAM A SUA HISTÓRIA E A HISTÓRIA DE MUITOS.

* Em 2006 foi sancioanda pelo ex Presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Lei Maria da Penha(11.340), dentre uma das mudanças ocorridas com essa lei, foi mais rigor nas punições em caso de agressão contra a mulher em ambientes domésticos.



 Colocarei aqui fotos de algumas mulhres que marcaram a história.
Frida Kahlo, Elis Regina, Madre Tereza de Calcutá e Olga Prestes.


Mas é preciso ter força
É preciso ter raça
É preciso ter gana sempre
Quem traz no corpo a marca
Maria, Maria
Mistura a dor e a alegria...


(Maria Maria - Milton Nascimento)

Karla Ramalho



Nenhum comentário:

Postar um comentário