sábado, 11 de dezembro de 2010

DENTRO E FORA DE MIM!


Tenho lembranças remotas
Tenho encantos quase sempre
Tenho medo que de repente
Esse encanto possa acabar.
Tenho tudo que desejo
Guardados em meu pensamento
Tenho quase, quase tudo
Na palma da minha mão
Tenho sonhos incertos, imperfeitos
Tenho sentimentos estranhos
Guardados no coração.
Tenho memórias de um tempo
Que nunca vivi
Remorso de um amor
Que nunca deixei
Tenho sentimentos escondidos
Que nunca demonstrei
Tenho cartas guardadas
         Que nunca enviei .          
Esse encanto que me rodeia
Quase sempre
Não tente entende-lo
Deixe esse mistério
Pois sem mistério
Perde o encanto
Perde a graça
Tudo passa
Até mesmo o encanto
Ate mesmo a dor
Menos o amor
Esse é insistente
Fica lá na memória
Nunca vai completamente.
Mas todos esses sentimentos
Diferentes e  confusos
Faz a vida ter graça
Sem eles na vida
Tudo passa
Com tanta nostalgia
São sentimentos
De tristezas e alegrias
Que trilham nossos caminhos
Somos todos feitos assim
De incertezas
De lembranças
E de sonhos
As vezes impossíveis
Mas também somos feitos de esperança
Repletos de sentimentos
Para qualquer momento
Ter um novo começo.

Karla Ramalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário